22 Julho, 2019

COM GANHO REAL DE SALÁRIO, SINTRACOOP – MS FIRMA CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO COM OCB/MS

O Sindicato dos trabalhadores em cooperativas do Mato Grosso do Sul, Sintracoop – MS, firmou o instrumento coletivo de trabalho que vai beneficiar cerca de 6 mil trabalhadores das cooperativas no estado. A convenção coletiva (CCT) é válida para o período de primeiro de julho de 2019 a 30 de junho de 2020 e os reajustes já passaram a valer no primeiro mês da data-base, o que, segundo o presidente, Gilmar de Oliveira, foi uma grande conquista. “Sempre ficamos meses negociando, este ano conseguimos fechar cedo a convenção, mantivemos um bom dialogo com o patronal e garantimos não só aumento pela inflação, mas também um ganho real que poucas categorias estão conseguindo. Apesar de árdua, a negociação valeu a pena e pudemos garantir aos trabalhadores mais salário e mais valorização”, afirmou.

Os trabalhadores sul mato-grossenses garantiram 5% de reajuste salarial (3.1 inflação + 1.69 de ganho real), piso salarial de R$ 1.221,10, adicional por tempo de serviço, auxilio alimentação, auxilio saúde, além de itens como saúde e segurança no trabalho. Segundo o presidente, os ganhos com a convenção deste ano estão dentro do que o sindicato e que os próprios trabalhadores estavam esperando. “Sabemos que tem sido um ano difícil, temos visto as entidades sindicais com muita luta para conseguir pelo menos manter o que já foi conquistado durante anos de negociação, então eu tenho certeza que a nossa CCT vai atender as expectativas dos trabalhadores porque não só garantimos os direitos já adquiridos como também conquistamos outros. Um destaque é para a aplicação do programa turismo do trabalhador que vai proporcionar dias de férias em família com valor justo e parcelado. Acho que conseguimos atender bem os nossos associados”, comemorou. 

Com a convenção Coletiva firmada, o sindicato segue agora para a negociação dos Acordos Coletivos de Trabalho (ACT) diretamente com as cooperativas. Os acordos visam ampliar os benefícios já firmados em convenção geral, além de implantação de programas de participação nos resultados. “Atendendo as especificidades de cada cooperativa podemos realizar novas negociações que garantam ainda mais ganhos para o trabalhador, respeitando a realidade de cada região e de cada cooperativa. Com os acordos poderemos atender ainda melhor os trabalhadores da nossa base, pois em cada visita ouvimos o que eles estão precisando e os anseios para as negociações. Temos certeza que vamos garantir ainda mais vitórias e isso só é possível devido a confiança que os associados têm depositado nessa diretoria e eu sou muito grato por isso”, finalizou Gilmar. 

Veja também